domingo, 6 de maio de 2012

Resenha - O código dos cavaleiros




Livro: O código dos cavaleiros

Autor: Leonardo Schabbachi

Editora: Mutuus

Sinopse: Um conto de cavalaria emocionante e inusitado, uma aventura medieval capar de nos fazer refletir sobre nossa realidade. A obra retrata jornada de um jovem camponês que deseja se transformar em um cavaleiro; um garoto chamado Lino que sonha em se tornar um honrado e poderoso combatente, um homem capaz de proteger os fracos e oprimidos, como os cavaleiros das grandes histórias.

Porém, ao encontrar um nobre e seu companheiro de viagens, o mundo da cavalaria se mostra muito diferente de tudo que ele imaginava. Lino passa, então, por algumas revelações capazes de mudar sua percepção do mundo. A história satiriza os clássicos contos de cavaleira medieval, revelando aspectos como os quais os leitores podem se identificar, em uma grande crítica ao momento atual de nossa sociedade.

A narrativa possui características cômicas, envolventes e instigantes que tornam a obra uma leitura imprescindível e agradável.


Eu nem sei com começar essa resenha. Li o livro, mas sabe aquele sentimento de que falta algo. A intenção do autor até que foi atingida de fazer uma espécie de paródia, contudo faltou algo.

Vamos que vamos...

A capa deu aquela vontade de ler. Erros gramaticais e ortográficos ou algo do gênero quase não viu. A história é narrada de forma clara e leve sem muitos rodeios. Talvez a falta tenha sido das lutas ou da pouca caracterização dos personagens, mas o ponto nem seja isso – descubro até o final dessa resenha o que me deixou sentir essa falta.

Agora a trama...

A história gira em torno de Lino, um jovem camponês sonhador que quer se tornar um cavaleiro, contudo na realidade o mundo que ele tanto almejava não era do jeitinho que ele sonhava. Para começa, o personagem principal foge de casa para conquistar o seu objetivo e encontra um verdadeiro cavaleiro ou quase Demétrios e o se amigo Bartô e são eles que mostram que o tão sonhado mundo do jovem Lino quer, não é daquele jeitinho que ele achava que era.

Depois Demétrios aconselha o jovem a voltar para casa e o recruta para ser o seu aprendiz. Até ai tudo bem, mas no decorrer da trama o nosso amiguinho vê que a realidade é cruel e que a cada momento os seus sonhos são derrubados. É triste, mas é real. Depois de tantas aventuras e o soco na cara de Lino com relação à verdade de ser um cavaleiro.

Entrando o representante Bartô e sua função da espécie de esquema. Tudo é bem explicado na trama de como é realmente o mundo cheio ou não de glamour dos cavaleiros.

Chegamos ao final que foi meio que triste – a meu ver – Lino seguiu um caminho e os outros personagens seguiram outro a qual nunca imaginei. Bem o final me surpreendeu, mas querendo ou não a minha resenha ficou confusa até para mim, mas aconselho a lê-lo.

Creio que essa minha confusão seja porque não conheço as duas obra a qual o autor se inspirou Dom Quixote e O Conto do Cavaleiro Inexistente. Mas os personagens são bons até mesmo a entrada de Ayla dá um novo rumo à história.

Bem fico por aqui e deixando uma resenha sem pé nem cabeça. Caso queiram ler o livro fiquem a vontade, mas quem sabe relendo ou lendo as obras a qual ele se inspirou o meu ponto de vista mude.

Beijos e até... 

11 comentários:

  1. Gostei muito da sua resenha e de conhecer melhor esse livro, já que é a primeira vez que leio algo a respeito. Gostei muito do enredo, achei muito interessante, já li Dom Quixote, então acho que ficaria mais fácil para entender a história. Gostei da sua sinceridade ao falar do livro, se um dia eu ler te conto minha opinião :)

    Abraços
    http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Caique espero que você leia o livro e me conte o que achou, pois com eu escrevi eu não li as referencias que o autor usou por isso me vi perdida, mas quem sabe outras pessoas assim como você não entendam melhor do que eu.

      Eu sou sincera. O livro não é ruim só que eu não entendi algumas coisas...

      Excluir
  2. oi,
    não conhecia esse livro, parece legal
    adorei seu blog, muito lindo!
    estou te seguindo, segue o meu tambem
    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    @lostgirlygirl

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Ah, confesso que não conhecia esse livro, aliás, nunca nem tinha ouvido falar sobre ele. A história em si não chamou a minha atenção, sinceramente não sei se o leria, mas adorei a sua resenha e principalmente a sua sinceridade.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  4. Também não conhecia o livro, mas não me empolguei muito em ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É curtinho e espero que você goste do livro.

      Excluir
  5. O livro parece ser muito bom...mas quando você disse que faltava algo, fiquei desmotivada pra ler..rsrs

    Eu não conhecia o livro e adorei a resenha!
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fique, vai por mim tente pelo menos ler e saber se o livro é bom. Ele é curtinho.

      Beijos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  6. Nossa achei a resenha confusa como vc mesmo disse porém vejo que é a história que também e assim. Me pareceu que o livro se pauta bastante na questão do mundo real e ideal. Não conhecia o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um pouco complicado, mas como mencione na resenha você precisa saber um pouco dos livros citado acho que perdi o foco ai. Mas gostei do seu Comentário.

      Excluir