quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Resenha – Morte e vida de Charlie St. Cloud


Livro: Morte e vida de Charlie St. Cloud

Autor: Bem Sherwood

Editora: Novo conceito

Sinopse: Um coração dividido entre dois mundos. Em uma pacata vila de pescadores da Nova Inglaterra, Charlie St. Cloud cuida dos gramados e monumentos de um antigo cemitério onde seu irmão mais jovem, Sam, está enterrado. Após sobreviver ao acidente de carro que tirou a vida de seu irmão, Charlie recebe um dom extraordinário: ele consegue enxergar, conversar e até mesmo brincar com o espírito de Sam. É neste mundo místico que entra Tess Carroll, uma cativante mulher treinando para navegar sozinha ao redor do mundo em um veleiro. O destino faz com que seu barco seja apanhado por uma violenta tempestade, trazendo-a assim para a vida de Charlie. Sua bela e incomum ligação os leva a uma corrida contra o tempo e a uma escolha entre a vida e a morte, entre o passado e o futuro, entre apegar-se ou deixar o passado para trás – e a descoberta que milagres podem acontecer se nós simplesmente abrirmos nossos corações.

Bem demorei a postar uma resenha, mas digo que valeu a pena, pois depois de cinco meses após o meu problema de saúde tudo começou a entrar no eixo. Vamos a resenha...

Contudo para quem não ficou sabendo a resenha foi feita através da enquete e quem ganhou foi esse livro a qual resenhei de mais dois citados e posso afirmar que o pessoal soube escolher bem o livro vencedor.

Agora sim a resenha...

A capa tem informações maravilhosas e até enche os olhos mesmo para mim que fui meio com um pé atrás na leitura, mas me surpreendi com tudo. A única coisa que me deixou chateada com a leitura foi às explicações sobre navegação, mas isso deve se ao fato que Tess está se preparando para dá a volta ao mundo num barco. E também as explicações sobre beisebol a qual Sam adora o esporte além de outras informações sobre enterro e afins. Mas são de suma importância para a trama.

Mas nada disso tirou a grandiosidade do livro.

Os personagens foram bem elaborados tanto Sam, Charlie e Tess que são os principais quando os secundários que dão vida ao enredo. As divisões em três capítulos que são subdivididos em menores capítulos foram bem elaboradas. Tanto as quantidades de páginas quanto o desenrolar da história. Tudo é bem explicado e o final é surpreendente.

Eu até poderia falar um pouco do livro, mas posso lhe dizer que a escolha de Charlie foi a certa e eu duvidava que ele fosse escolher esse caminho. Mas até mesmo os dois personagem (Sam e Tess) aceitam a decisão dele.

Eu poderia dizer muita coisa, mas a única coisa que posso falar é que o dom de Charlie é de outro mundo além de que namora um espírito deve ser algo de outro mundo. Algumas cenas foram emocionantes, principalmente quando ele entende que Tess e a própria personagem compreende porque só Charlie a vê. Momento forte esse.

Em suma, a história envolve um lado envolvente onde a pessoa – Charlie – tem que tomar a decisão de viver a mesma vida, ou seja, os mesmos últimos 13 anos após a morte do irmão e perde a mulher que ama. Ou tentar recomeçar mesmo sabendo que a pessoa que ele ama pode não esta viva e assim perder o irmão.

Deixo você na curiosidade, recomendo a leitura, até a próxima e fiquem ligados...

8 comentários:

  1. Uauuu, parece ser bem intenso. Amei a resenha

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua recomendação, a resenha ficou muito boa! Vi esse livro faz um tempo e sempre achei ele interessante, mas ainda não sabia o que se tratava, mas pelo que li acima ele é muito bom!

    Abraços
    Caique Fortunato - Entre páginas de livros / Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai gosta da leitura e tenho certeza que a história vai conquistar você.

      Abraços.

      Excluir
  3. Já estava morrendo de vontade de ler esse livro, agora com essa resenha, enlouqueci de vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou e deu vontade de ler.

      =)

      Excluir
  4. Nossa me parece o tipo de leitura que leio escondida no quarto pois chorarei bastante de emoção...essa coisa de escolha mexe muito comigo e também me prende a atenção.

    Sua resenha ficou ótima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Silvana! O livro é bem intenso, mas delicioso na leitura.

      Beijos e obrigada pelo elogio.

      Excluir